Home Sugestões Staff Links Quem somos Contato

Ancestral do peixe linguado
confirma a teoria


Os fósseis de um peixe de aparência estranha depositados em um museu da Europa podem ajudar a solucionar um velho ponto da teoria da evolução. Com 50 milhões de anos, o fóssil do peixe, que tem um olho no centro da cabeça, dá pistas sobre como espécies de peixe achatados, como o popular linguado (acima), desenvolveram a característica de possuir os dois olhos do mesmo lado da cabeça.

Segundo os cientistas, o fóssil é uma evidência de que, no caso do grupo dos linguados, a evolução de Darwin funcionou como deveria. Até agora, pela falta dessas espécies de transição, um grupo importante de cientistas defende a tese de que os olhos do mesmo lado da cabeça surgiram por causa de uma grande mutação genética.

Mas para Matt Friedmann, da Universidade de Chicago, os fósseis mostram que os olhos dos ancestrais dos linguados não migraram diretamente de um lado da cabeça para o outro. A alteração ocorreu, sim, do centro para a lateral, defende Friedmann, em artigo publicado na revista Nature.

Nos linguados atuais, os olhos migram apenas depois do nascimento. Na fase embrionária, os olhos ainda ficam cada um de um lado.

Fonte: Folha

Cursos de Mergulho - Amigos do Joe - Todos os Diretos Reservados